Visitar site Desirée Bruver - Artista Plástica

Este living foi desenvolvido com um perfil agregador, priorizando o receber e o acolhimento. Fazendo uso de seu olhar profissional, a arquitetura teve como partido aproveitar elementos já existentes na casa, como o piso de taco e esquadrias de madeira e teto sem rebaixo de gesso: ricos em memória e identidade próprias. Com o conceito de tornar o ambiente acolhedor, onde quem chega tenha vontade de estar, buscou-se uma identidade baseada na diversidade, nos variados modos de viver que cabem em um único espaço. Há diferentes percepções sobre o lugar que acolhe: cheiro, ritmo, movimento e cor, na pulsação estimulada por quem habita.